Arquivo

Archive for the ‘Espírito Livre’ Category

Lançada edição 27 da Revista Espírito Livre

Foi lançada a edição nº 27 da Revista Espírito Livre. O tema principal é Ensino a Distância (EAD) e Software Livre. Não perca porque esse é um assunto que está transpondo barreiras sobre a idéia que se tem de que para se aprender é preciso estar sentado numa cadeira em sala de aula e ouvindo o professor falar.

Acesse o site http://www.revista.espiritolivre.org e baixe a edição gratuitamente.

Anúncios

Revista Espírito Livre n. 18 – Setembro 2010

A Revista Espírito Livre de setembro de 2010 traz matérias muito interessantes. Entre elas vou comentar algumas que mais me chamaram atenção. Antes de começar, gostaria de agradecer ao pessoal da redação por ter publicado nesta edição minha opinião sobre a revista. Valeu aí!

Então vamos lá:

Em primeiro lugar não posso deixar de comentar a entrevista de Kemel Zaidan e João Fernando Costa Júnior com Linus Torvalds na LinuxCon, primeiro evendo realizado pela Linux Foundation no Brasil. Já li várias matérias e entrevistas sobre Torvalds, mas esta acho que mostra um pouco mais do aspecto humano do finlandês criador do Linux. Logo no início tem um parágrafo que se destacou para mim quando li:

O que mais impressiona nele  é uma humanidade escancaradamente aberta. Ele não cultiva o mito do gênio precoce: faz questão de mostrar que é uma pessoa comum, com problemas comuns, que tem preguiça e defeitos como qualquer um, mas, ao mesmo tempo, suas frases deixam escapar como que naturalmente de que se trata de alguém perceptivelmente acima da média do restante da humanidade.

Acho interessante também a opinião de Linus sobre qual a melhor distribuição. Concordo com ele ao afirmar que “não existe a melhor distribuição, existe sim aquela que você mais gosta e utiliza”. Essa é a liberdade de escolha que temos ao utilizar software livre.

A antepenúltima pergunta refere-se a importância que as universidades brasileiras dão ao software livre. O questionador afirma que elas não tem software livre instalado e não ensinam nada relacionado a ele. A resposta de Linus para esta pergunta foi:

Recordem-se do que eu fiz. Hoje existe o Linux, mas quando eu estudei, todos os computadores eram Windows. Digo isso porque acabei fazendo meu próprio programa. Não se preocupe tanto com o que sua escola usa. Se você quer aprender alguma coisa e é um estudante de tecnologia da informação, seu principal objetivo deve ser aprender a fazer alguma coisa nova. Certifique-se de ter alguma coisa diferente em casa. E talvez você veja algo que possa ser feito em ambos os lados. As pessoas não deveriam dizer: “A minha escola só usa Windows”. É um jeito de reclamar, mas ao mesmo tempo as pessoas não deveriam ter suas vidas controladas por suas escolas.

Acho que essa resposta acaba servindo até mesmo para nossas vidas: Se você quer aprender alguma coisa e é estudante (não necessariamente de TI), aprenda a fazer alguma coisa nova, tenha ou crie algo diferente em casa. Diante das coisas que parecem sacramentadas em nossa vida busque alguma coisa diferente.

A matéria de Jomar Silva “Quem usa Linux?” é simplesmente fantástica. Ele conseguiu me fazer parar para pensar na grande participação que o Linux tem hoje na vida de todos. Tirou seu extrato bancário no caixa eletrônico? Aí está o Linux! De fato, já não nos surpreendemos mais em saber que em boa parte dos caixas eletrônicos rodam Linux.  Me veio um pensamento que tenho certeza que um dia ainda vou ouvir de alguém que não simpatiza com software livre: Ah, então é por isso que os caixas eletrônicos não funcionam quando vou ao banco. Neste caso eu só poderia responder: Meu caro amigo, a manutenção do sistema é feita por pessoas, seres humanos suscetíveis a erros. Prefiro assim do que todos os bancos usando software proprietário e aumentando as tarifas bancárias que já são absurdas.  Acredito numa maior participação do Linux ainda, e podemos nos preparar para isso, porque pelo que tudo indica, o Pinguim promete nos smartphones. Parabéns pela matéria Jomar!

A última matéria que quero comentar é de Paulino Michelazzo: Re-educação Livre. Ouvi ele falando pela primeira vez no ENSOL, e acredito sim na re-educação livre. A primeira grande lição que se aprende com software livre é o compartilhamento de idéias e softwares. Na era em que vivemos, a informação é simplesmente a coisa mais valiosa para qualquer negócio, seja ele pequeno, médio ou grande. No mundo do software livre e de código aberto, o compartilhamento é uma premissa importante para o desenvolvimento e aperfeiçoamento das idéias. É através desse processo que a rede de compartilhamento se alimenta e retroalimenta. Talvez seja isso que incomoda tanto as empresas que fecham seu código, talvez, o problema seja o medo que certas empresas têm de compartilhar seu código e não aceitar que alguém “de fora” consiga acrescentar algo que pode melhorar e acrescentar valor ao seu software. Talvez não seja só isso, com certeza não. No entanto, não importa, o que importa é nos re-educarmos, e é dessa maneira que construiremos uma nova realidade, de que software livre pode sim render empregos, renda, impostos e dividendos, fazendo com que a roda continue girando ,com a diferença de que será aberta. Parabéns Paulino pela matéria!

Um abraço a todos!

Revista Espírito Livre n. 17 – Agosto 2010

Embora já um pouco tarde, não posso deixar de fazer meu comentário sobre a edição  n. 17 da Revista Espírito Livre de agosto 2010. As matérias apresentadas são de uma incrível profundidade sobre um assunto que se mostra cada vez mais importante para todas as gerações do nosso planeta. Não sei quanto aos leitores, mas a impressão que tenho é que por mais que vejamos realizando diversas ações para proteger a Terra, mais se percebe que esse efeito ainda não é suficiente.

As matérias trazem à tona informações importantes para uma reflexão sobre o desenvolvimento das economias mundiais. Nos levam a refletir sobre o que de fato está sendo feito para que nosso planeta não entre em colapso em breve. Exemplifica ainda, como pequenas ações podem se transformar em importantes ferramentas que amplificam a voz e a consciência das pessoas que lutam pela melhoria na qualidade de vida das demais sem o comprometimento do meio ambiente.

Não deixe de ler a coluna do Alexandre Oliva sobre o Dia dos Pais.  Cezar Taurion traz uma excelente coluna denominada Green PC . Você não pode deixar de ler. A coluna de João Carlos Caribé apresenta a Matriz de Forças da Sustentabilidade, que embora seja filosófica segundo ele, se parece muito como um modelo para  recuperar o equilíbrio do planeta.

A matéria de Yuri Almeida “Negociação Verde” nos mostra a importância do poder  público na seleção de produtos ecologicamente corretos. A computação ubíqua é explicada com ótimos exemplos na matéria de Ricardo Ogliari.

As demais matérias vou deixar por conta do leitor, que uma vez iniciando a leitura não vai mais querer parar até que termine!

Lançada a edição n. 15 da Revista Espírito Livre

CMS. Esse é um assunto que divide opiniões por diversos motivos. Talvez o mais evidente talvez seja que muitos desenvolvedores que gostam de construir seus projetos “na unha” consideram que o uso de um sistema de gerenciamento de conteúdo previamente construído é desnecessário ou que seu uso trás “efeitos colaterais”. Um destes efeitos seria a dependência da ferramenta com o passar do tempo, ou ainda o ato de se prender apenas ao templates (modelos de layout) já existentes. Não considerando apenas a questão do visual, os CMS exercem uma importante tarefa em praticamente qualquer sistema que dependa de atualizações constantes e dinamicidade. E quando o CMS tem seu código aberto, a experência de adaptá-lo a nossa necessidade se torna ainda mais gratificante.

Existem dezenas de CMS sendo utilizados por toda a Web, muitos deles mundialmente famosos e outros nem tanto. A edição deste mês conversou com diversos desenvolvedores, responsáveis por várias destas soluções. Além das entrevistas, casos de sucesso e outros relatos de uso de gerenciadores de conteúdo ilustram esse cenário dinâmico, onde os CMS se encontram.

Tivemos como entrevistados, Tristan Renaud, vice-presidente do Jahia Software Group, responsável pelo CMS Jahia; Mark Evans, líder do projeto glFusion e batemos um papo com Dan Fuhry e Neal Gompa, criadores do EnanoCMS. Também recebemos contribuições de Rafael Silva, criador do site Drupal Brasil, que em sua matéria traz motivos bastante convincentes quanto ao uso do Drupal, inclusive apresentando casos bem sucedidos de uso deste famoso CMS. Yuri Almeida aponta para uma vertente bem interessante em sua contribuição, falando dos CMS e a produção colaborativa de conteúdo. Rafael Leal traz um questionamento pertinente no título de sua matéria: Usar CMS desvaloriza o meu trabalho? Tivemos ainda outras contribuições sobre o assunto de capa que merecem toda a nossa atenção.

Além do tema CMS, Rodrigo Carvalho fala sobre como ter um media center movido a Linux, e para isso apresenta diversas soluções neste sentido. André Noel nos traz uma matéria intitulada “Ubuntu para todos nós!”, onde fala sobre Ubuntu, a história desta distribuição GNU/Linux e sua relação com o significado real da palavra “Ubuntu”. Kemel Zaidan faz uma reflexão bastante profunda sobre o termo “software livre”, além de o contrapor com outros conceitos. Wilkens Lenon aprofunda no conceito software livre, mostrando suas raízes, suas origens.

Nosso colunista Cezar Taurion fala sobre como contribuir para o Kernel Linux, enquanto Alexandre Oliva, aborda o tema Portabilidade, porém aplicado ao campo do software, uma proposta bem interessante por sinal.

Miguel Koren fala sobre o SpagoBI­, uma plataforma BI livre e aberta enquanto Klaibson Ribeiro traz uma dica que deve ser interessante para muita gente que trabalha em escritórios e precisa de fazer o papel timbrado da empresa. Carlisson Galdino apresenta seu nono episódio de Warning Zone, intitulado “Quarto de Hotel”.

A seção Quadrinhos tem estreia com Luis Gustavo da Silva que chega com duas tiras de sua autoria. Fernando Alkmin e José James também estão presentes.

A todos os colegas colaboradores que não foram mencionados aqui, o meu muito obrigado e convite para continuarem conosco na proposta da construção de uma publicação de qualidade e que é a cara do nosso leitor.

Para baixar a revista, clique aqui. É livre!

Edições 2 e 3 da Revista Espírito Livre

30/06/2009 3 comentários

Não posso deixar de postar a respeito da Revista Espírito Livre. As edições 2 e 3 lançadas a pouco tempo atrás estão repletas de matérias muito interessantes. A edição 2 traz uma matéria muito boa sobre “TCOS Project: Montando Thin clients no Linux”, um projeto semelhando ao Linux Terminal Server Project (LTSP), mas com algumas peculiaridades. Outra matéria interessantíssima que é destaque na capa: “Leveza, Estabilidade e Performance: As distribuições Linux dão um show quando o assunto é isso!” Outra de destaque está na página 15, e fala sobre “Prontuário eletrônico de pacientes. É o ODF ajudando a salvar vidas.” Para quem ainda não sabe o que é ODF e qual sua importância atualmente no mundo digital, há outra matéria explicando sobre ele na página 65, “ODF – Open Document Format: uma apresentação formal para os que ainda não conhecem.” Na página 59 há uma matéria sobre “Ocomon: gestão de incidentes com software livre”. Ela me chamou a atenção porque este software é utilizado pela empresa onde eu trabalho: Conjel Contabilidade e Controladoria.

Na edição 3 a matéria de capa já sai arrebentando, “Wiki e os novos modelos de construção de conhecimento”. Na página 28 há uma excelente matéria: “Colaboração em micro empresas: utilizando Wikis para a documentação de uma micro empresa”. Além destas matérias, há muitas outras. Ao invés de eu ficar escrevendo, anda logo, baixa as duas edições já! É livre! E não deixe de comentá-las no site da Revista. Tenho certeza que o pessoal vai ficar muito feliz com sua participação!

Site: http://www.revista.espiritolivre.org/

Edição 2 – Maio/2009: http://www.revista.espiritolivre.org/wp-content/plugins/download-monitor/download.php?id=2

Edição 3 – Junho/2009: http://www.revista.espiritolivre.org/wp-content/plugins/download-monitor/download.php?id=3

Lançada Revista Espírito Livre

Olá caros leitores!

REL

Revista Espírito Livre - 1ª Edição

No dia 12/04/2009 (domingo de Páscoa) o coelhinho presenteou a todos com o lançamento da Revista Espírito Livre. Uma publicação digital sobre software livre, cultura geek e relacionados que promete. A Revista Espírito Livre vem com a proposta de trazer conteúdo de qualidade, produzido por uma equipe altamente competente e atuante no Brasil e no exterior. Terá periodicidade mensal e seu download é gratuito.

A equipe liderada por João Fernando, da Iniciativa Espírito Livre, é composta ainda por Hélio Ferreira na edição de arte (Hélio também é responsável pela diagramação do Zine do BrOffice.org) e como colunistas e responsáveis por artigos estão Cezar Taurion (IBM), Alexandre Oliva (FSFLA), Jomar Silva (ODF Alliance), Roberto Salomon (IBM), Edgard Costa (BrOffice.org), David Ferreira (CDLivre), Cárlisson Gaudino, Lázaro Reinã, entre outros.

A revista ainda conta com Rodrigo Leão e sua tirinha do Lino e Wino, e Kárlisson com o seu já popular Nérdson não vai à Escola. Eventos de software livre e afins também tem lugar garantido na agenda e em outros locais de destaque da revista. Caso seja responsável por algum evento, entre em contato conosco. A matéria de capa é sobre Computação em Nuvem e a entrevista de estréia é com Pau Garcia-Milà, criador do conhecido sistema operacional web eyeOS.

Contamos com a participação de todos, lendo, apresentando aos amigos, contribuindo com sugestões e opiniões em geral. Com isso esperamos torná-la referência neste quesito.

Para baixar a edição #001 da Revista Espírito Livre aponte seu navegador para a seção download do site http://revista.espiritolivre.org. O segundo número está agendado para início de maio.

Se quiser opinar sobre a revista e seus artigos, abaixo de cada edição para dowload você pode postar seus comentários. Leia e participe, afinal é livre!

Fonte: http://revista.espiritolivre.org